Casa de Viver

Histórico

50 tons de cinza: a paixão dos arquitetos que todo mundo está querendo

Casa de Viver

17/02/2018 17h11

Seguindo a onda do best-seller e longa de sucesso “Cinquenta Tons de Cinza”, falaremos desta cor que faz sucesso não só no cinema, mas no coração dos arquitetos! Sempre presente nas composições, as inúmeras nuances do cinza estão cada vez mais presentes na decoração, sem medo da ousadia dos tons mais quentes e quebrando a ideia de ser monótona. Mais do que uma cor, o cinza representa classe, modernidade e versatilidade. Encontrado nos mais diversos tipos de materiais, é a chave para os mais variados ambientes.

Por seu caráter neutro e democrático, o cinza é o que chamamos de clássico atemporal: não enjoa, não fica “datado” e permite uma infinidade de composições e aplicações. Ao decorar um ambiente, a composição de cores é fundamental. Tendo o cinza como base, essa tarefa se torna muito mais fácil, pois não há cor que não combine! Só depende do estilo que você deseja conferir ao espaço em questão! Veja só:

Divulgação/Beatriz Dutra Arquitetura e Interiores

Uma parede cinza escura, por exemplo, confere conforto com elegância. Aliado ao branco, são a dupla perfeita para um ambiente minimalista e clean.

Divulgação/ Tintas Suvinil – Cor Cinza Asfalto

Agora, com o preto, dá um toque de sofisticação para a sala. Se a ideia é, de fato, ousar e quebrar a seriedade do cinza, aposte na mescla com peças coloridas como nas cores primárias, que garantirão jovialidade e vivacidade ao ambiente. Tons pastel são ótimos para um ambiente mais contemporâneo. Ufa… A gama de possibilidades é enorme!!!

 

Divulgação/Patrícia Anastassiadis

A grande quantidade de revestimentos possíveis de serem encontrados partindo dessa cor é algo que até nos confunde. Dentre elas, está o concreto aparente: prático, neutro, permitindo que o estilo fique por conta dos objetos. Aplicando cinza nos materiais base (como estofados, grandes paredes e piso) você fica livre para brincar com cores quentes, como laranja e vermelho, ou com as mais frias, com as quais vai muito bem. É o caso do azul e lilás, por exemplo. O concreto aparente vai muito bem em decorações com pegada industrial, junto à materiais mais brutos, canos aparentes, madeira de demolição ao mesmo tempo que faz um contraste interessante quando colocado junto ao vidro, material delicado.

 

Divulgação/Denise Barreto Arquitetura – Casa Cor 2018

Se a tonalidade do cinza for mais clara, combina com elementos como revestimentos cerâmicos, pele falsa, vidroSão bastante indicados para ambientes como cozinhas e banheiros. Enquanto mais escura confere maior sensação de conforto e aquecimento, sendo apropriadas para home-theater e quarto, por exemplo, que requerem algo mais acolhedor. Estilos como escandinavo usam e abusam dos vários tons de cinza para criar suas decorações. É moderno, clean, prático e lindo.

 

Divulgação/Dado Castello Branco Arquitetura e Interiores

Não é à toa que arquitetos do mundo todos sejam fãs dessa cor: além dos seus muitos tons permitirem variedade e criatividade dentro da paleta em si, ela se encaixa na decoração independentemente do estilo predominante, do perfil do cliente, do tipo de ambiente e não fica velha! Tornou-se uma cor curinga, excelente opção para quem quer fugir dos neutros mais batidos (como o bege ou o branco), sem abrir mão da elegância minimalista dessa paleta envolvente e versátil.

Sobre os autores

A dupla de arquitetos que assina este blog tem muita genética envolvida: Beatriz Dutra e André Bacalov, além de mãe e filho, são a oitava e nona gerações de artistas plásticos da família. No início, ela não queria que ele seguisse sua profissão. Mudou de ideia quando viu o talento do jovem e o convidou para trabalhar com ela. Foi aí que André decidiu começar uma carreira independente. Beatriz chefia o escritório que leva seu nome e André optou por criar o próprio, com duas sócias, o TRiART. Agora, aqui no Casa de Viver, eles finalmente trabalham juntos

Sobre o blog

Um blog com muitos macetes e sugestões para deixar seu lar mais bonito, prático e deliciosamente aconchegante. Mas não um lugar que pareça uma vitrine, não! Ninguém vive feliz em um cenário intocável. A gente quer que você tenha uma casa inspirada nas palavras de Carlos Drummond de Andrade: "Arrume a sua casa todos os dias... Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo para viver nela".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Topo