Casa de Viver

Histórico

5 dicas para decorar sua área externa sem medo que tudo estrague

Casa de Viver

21/04/2018 04h00

O tempo, o vento e o sol são terríveis para deteriorar tecidos e móveis. Mas, com o avanço da tecnologia, surgiram novos tratamentos para madeiras e tecidos,  novos materiais para decoração, como a corda náutica (super em alta no momento), além dos materiais que têm a resistência para ficar ao tempo. Reunimos  5 dicas que ajudarão na escolha dos itens para decorar sua área externa  e mostrar que não precisa mais se preocupar tanto!

Divulagação: Apesar da varanda coberta, porcelanato anti-derrapante Clariça Lima Paisagismo

1.  Cuidado com o Piso! Piso sempre anti-derrapante. É mais difícil de limpar, mas é fundamental para a segurança. Sempre que for comprar diga que precisa de piso próprio para a área externa. Uma dica para ver se o piso é realmente não escorrega, jogue um pouco d’água e passe o dedo, imediatamente você verá se ele fica aderente ou não.

2. Os tecidos tendem a desbotar e rasgar com sol e chuva. Hoje, existem tecidos com proteção para resistirem às intempéries. São mais caros, mas vale custo x benefício. Mesmo usando esse tipo de tecido é bom guardar os estofados em dias de muita chuva ou se for viajar. Também podem ser feitas capas de plástico para proteger os estofados quando não está em uso (normalmente usado em casas de veraneio).

Tecidos próprios para área externa. Divulgação: DB Arquitetos

 

3. Corda Náutica é a queridinha do momento! Ela saiu das embarcações e foi direto para o mobiliário. Usada para fazer tapetes, bancos, cadeiras, poltronas. O material é completamente lavável, muito resistente, não desbota. Normalmente para área externa, a estrutura dos móveis é feita em alumínio e depois revestida com a corda. Esta tecnologia se desenvolveu na última decada e pode revestir diversos materiais. A gama de cores é infinita!

Pufes e lanternas à esquerda em corda náutica Divulgação: TRiART Arquitetura e Clariça Lima Paisagismo

 

4. Coberturas: muitas vezes as áreas de sol são tão intensas que precisamos criar áreas sombreadas. O melhor é criar estruturas leves com madeira, ou metal. Depois recobrir com vidro, policarbonato ou plantas, os famosos pergolados, que nada mais são que um conjunto de vigas (pode ser madeira, metal, concreto…) que ajudam a proteger o ambiente do sol e poder observar a vista ao mesmo tempo, estes podem ser cobertos com vidro para evitar chuvas ou sem cobertura por cima para permitir maior ventilação. Quando cobertos com policarbonato ou vidro, é necessário colocar uma película, uma palha, biribas de madeira ou uma cortina de teto para a proteger do sol e calor. Na foto abaixo, na área externa desta casa foi feita uma estrutura de metal e vidro para cobrir o ambiente. Para minimizar o sol, foram colocadas biribas de madeira e pintadas de branca.

 

 

 

5. Aquecimento: apesar de a maior parte do Brasil ser muito quente, nos estados do Sul e algumas cidades de montanha temos alguns dias bem frios. Às vezes, para aproveitarmos a área externa, precisamos de calorzinho extra. Hoje, além do tradicional fogo de chão e de aquecedores a gás, existem inúmeros modelos de lareiras de todos os preços e modelos. Sua lareira pode ficar acesa e ser movida para qualquer lugar da casa que não apresente perigo. Ela tanto pode se encaixar numa mesa de centro, numa de jantar ou ficar numa base de pedra.

Divulgação: DB Arquitetos

 

Duvidavam que espaços externos poderiam ter tamanho aconchego e diversidades de produtos sem preocupação né? Agora é sua vez e experimente em sua casa.

Sobre os autores

A dupla de arquitetos que assina este blog tem muita genética envolvida: Beatriz Dutra e André Bacalov, além de mãe e filho, são a oitava e nona gerações de artistas plásticos da família. No início, ela não queria que ele seguisse sua profissão. Mudou de ideia quando viu o talento do jovem e o convidou para trabalhar com ela. Foi aí que André decidiu começar uma carreira independente. Beatriz chefia o escritório que leva seu nome e André optou por criar o próprio, com duas sócias, o TRiART. Agora, aqui no Casa de Viver, eles finalmente trabalham juntos

Sobre o blog

Um blog com muitos macetes e sugestões para deixar seu lar mais bonito, prático e deliciosamente aconchegante. Mas não um lugar que pareça uma vitrine, não! Ninguém vive feliz em um cenário intocável. A gente quer que você tenha uma casa inspirada nas palavras de Carlos Drummond de Andrade: "Arrume a sua casa todos os dias... Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo para viver nela".

ID: {{comments.info.id}}
URL: {{comments.info.url}}

Ocorreu um erro ao carregar os comentários.

Por favor, tente novamente mais tarde.

{{comments.total}} Comentário

{{comments.total}} Comentários

Seja o primeiro a comentar

{{subtitle}}

Essa discussão está encerrada

Não é possivel enviar novos comentários.

{{ user.alternativeText }}
Avaliar:
 

O UOL está testando novas regras para os comentários. O objetivo é estimular um debate saudável e de alto nível, estritamente relacionado ao conteúdo da página. Só serão aprovadas as mensagens que atenderem a este objetivo. Ao comentar você concorda com os termos de uso. O autor da mensagem, e não o UOL, é o responsável pelo comentário. Leia os termos de uso

Escolha do editor

{{ user.alternativeText }}
Escolha do editor

Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Blog Casa de Viver
Topo