PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Casa de Viver

Boiseries: as molduras de parede que deixam a casa chique, mas são baratas

Casa de Viver

17/03/2019 04h00

As boiseries são molduras de parede que começaram a ser utilizadas no século 18, nos palácios franceses. Mas, até hoje, elas são usadas e estão diretamente ligadas a requinte. O nome é difícil, né? A pronuncia é "buazerrí", mas também são conhecidos como roda-meios. Essas peças podem ser feitas em diferentes materiais, como gesso, madeira, metal e até mesmo poliuretano (plástico) e possuem um ótimo custo. E muito se engana quem acha que a ideia só serve para casas e apartamentos com estilo clássico.

 

Apartamento com estilos diversificados. Piso de madeira chevron se une ao clássico das boiseries e contrastam com a laje aparente e conduítes externos. Divulgação/ Nildo José + Arquitetos

Geralmente, a moldura era feita com gesso, mas, atualmente, o poliuretano se tornou uma ótima opção por ser fácil de instalar, com diversas opções de formato, altamente resistente, pode ser pintado, ser usado em lugares úmidos e, ainda por cima, baratos! Para se ter ideia, uma peça com 2,4 metros varia de R$ 30 a R$ 50, dependendo da marca, ou seja de R$ 12,50 a R$ 21 o m².

Neste apartamento todo branco, as molduras em gesso estão na parte superior das paredes, roda-teto e canopla das luminárias. O grafite passou um novo sentido ao projeto quebrando o estilo clássico. Divulgação/ DB Arquitetos.

Além dos diferentes modelos da própria moldura, ainda é possível brincar com suas geometrias e tamanhos. Vamos mostrar algumas ideias, além de como a boiserie pode ser contemporânea e clean mesmo sendo mais conhecidas pelo seu estilo clássico.

Boiserie e paredes pintas no mesmo tom de verde traz cor ao ambiente ao se mesclar com as cores do sofá. Divulgação/ Pinterest

 

As molduras também podem ser aplicadas em portas de armário e podem ajudar a camuflá-lo quando o armário e parede estão na mesma cor.

Projeto descolado e moderno com as portas do armário com rodameio em amarelo se contrapondo com o ambiente mais escuro – Divulgação/ Péter Oroszvári e Tamás Hannus

Para que gosta de um estilo mais clássico, refinado e com cor se animará com a foto abaixo.

Muitas cores em paredes, quadro e mobiliário deixam o ambiente clássico e com vida. Divulgação/ Cubiculum Arquitetura

Muitas vezes as molduras aparentam que o projeto foi mais caro do que realmente é. No exemplo abaixo, temos o rodameio de poliuretano com móveis de loja de departamento e marcenaria planejada.

Apartamento de baixo custo ganha elegância com as molduras de parede. Divulgação/ M2 Arquitetura.

As possibilidades são diversas. Deixe sua imaginação fluir. A instalação quando feita com poliuretano é bem fácil e basta uma cola e nível. Mas lembre-se, é sempre importante ter um profissional para acompanhar. Está na hora de você misturar, mão à obra!

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL

Sobre os autores

A dupla de arquitetos que assina este blog tem muita genética envolvida: Beatriz Dutra e André Bacalov, além de mãe e filho, são a oitava e nona gerações de artistas plásticos da família. No início, ela não queria que ele seguisse sua profissão. Mudou de ideia quando viu o talento do jovem e o convidou para trabalhar com ela. Foi aí que André decidiu começar uma carreira independente. Beatriz chefia o escritório que leva seu nome e André optou por criar o próprio, com duas sócias, o TRiART. Agora, aqui no Casa de Viver, eles finalmente trabalham juntos

Sobre o blog

Um blog com muitos macetes e sugestões para deixar seu lar mais bonito, prático e deliciosamente aconchegante. Mas não um lugar que pareça uma vitrine, não! Ninguém vive feliz em um cenário intocável. A gente quer que você tenha uma casa inspirada nas palavras de Carlos Drummond de Andrade: "Arrume a sua casa todos os dias... Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo para viver nela".

Blog Casa de Viver