PUBLICIDADE

Topo

Histórico

Casa de Viver

Veja 10 maneiras de deixar seu quarto deliciosamente aconchegante

Casa de Viver

18/09/2017 04h00

O quarto é aquele local da casa em que queremos nos jogar e descansar, relaxar, assistir a um filme, ler, entre outras coisas, né? O cantinho que é seu tem que ser prazeroso e acolhedor. Portanto, merece um carinho especial e deve ser bem planejado. Inspire-se nas 10 dicas a seguir

Quarto bem aconchegante: cores, iluminação e tecidos criam o ambiente! Divulgação: Beatriz Dutra Arquitetura e Interiores

1. Defina um estilo

Pode ser compartilhado por um casal, entre irmãos ou só seu, mas o quarto deve refletir quem nele habita. Romântico? Despojado? Prático? Clássico? Contemporâneo? Escolher um direcionamento na decoração é importante para que haja harmonia e o quarto seja visto como uma unidade e não uma bagunça de estilos.

Quarto clássico com destacando para algumas peças de bom design. Muito elegante! Divulgação: GAM Arquitetura, Foto: Rodrigo Melo

2. Escolha da cama

A cama deve ser o primeiro móvel a ser escolhido, pois é o maior e, normalmente, o centro do ambiente. É preciso levar em conta o tamanho do quarto para que não seja grande e impeça a circulação confortável e abertura de portas nem tão pequena que se perca no espaço. Muitas camas não tem uma cabeceira pré-fixada. Nesses casos, você optar tanto por uma parte da própria parede fazendo esse papel quanto por cabeceiras personalizadas, como de couro ou forradas.

As camas também podem ficar no meio do quarto, afastadas da parede, e dá para colocar uma escrivaninha de escritório atrás da cama ou até mesmo bancada de pia de banheiro. Evite colocar camas de casal coladas em paredes, isso dificulta a saída de uma das pessoas. Faça isso só se realmente não tiver espaço.

Quarto em loft com banheiro integrado. A bancada da pia da apoio para a cabeceira da cama. Divulgação: TRiART Arquitetura.

3. Escolha do colchão

Mais da metade do tempo que se passa no quarto será deitado na cama, afinal, 23 anos da nossa vida passamos dormindo. Pensando nisso, procurar um colchão que seja confortável é prioridade. Se duro ou mole, vai depender do seu gosto.

Procure com calma entre as inúmeras opções existentes. O Seu impacto visual será decidido na altura do colchão e como ele se encaixa em sua cama. Se for box, ela fica mais alta; se for cama baixa, a altura do colchão influencia na estética e na sua ergonomia ao sair da cama.

4. Escolha dos travesseiros

Quanto mais, melhor! Eles deixam a cama mais aconchegante e o quarto inteiro mais convidativo para aproveitar as horas de relaxamento. Variar tamanhos, cores e texturas é uma maneira super legal de aliar o conforto à decoração do espaço.

Assim como o colchão, o travesseiro com o qual você dorme tem o poder de te trazer os melhores sonhos ou seus piores pesadelos ao acordar, portanto, dentre a infinidade de opções, escolher o que mais lhe agrada deve ser prioridade.

Papel de parede, colchas e travesseiros dão todo aconchego deste quarto: Divulgação: Colchas e Travesseiros Uniflex Matheus Grow

5. Iluminação

Como já frisamos aqui no blog,  iluminação não é um mero detalhe e faz muita diferença. Em um quarto, é importante que haja tanto uma iluminação geral boa quanto alguns pontos que permitam criar um clima mais acolhedor ou romântico, como spots de iluminação indireta. É bacana ter uma luminária ao lado da cama, seja de parede, piso ou mesa. Principalmente se você é daqueles que adoram ler antes do sono.

Fuja das lâmpadas muito brancas e muito claras, as mais indicadas são as luzes amarela de 2.700K, isso traz sensação de conforto. Os interruptores precisão ser bem pensados, para estarem ao alcance das mãos, mesmo quando já estamos deitados.

6. Cores

Ao fazer a escolha dos tons predominantes do seu quarto, você está escolhendo qual o sentimento que quer despertar quando entra nele. Tons mais claros como areia, off-white, rosa claro e erva-doce são a preferência, propiciando um sono e despertar mais tranquilos, deixando a mente calma e ajudando a trazer clareza para os momentos que antecedem as horas de descanso. Claro, sem monotonia! Tons mais próximos do bege, cores mais "quentes", trazem maior aconchego se desejar algo neutro.

Tons vibrantes como vermelhos ou verdes mais "cheguei" podem gerar uma inquietação e estresse indesejados. Portanto, se deseja tranquilidade, não são recomendados como cor principal e sim apenas em detalhes.

Em quartos de crianças as cores são bem-vindas. O rosa ainda é o preferido das meninas, apesar que muitas já adoram os azuis, verdes e até o preto (para o susto das mães). Divulgação: Celina Dias Tecidos e Papéis de Parede

7. Mesa de cabeceira

Peça que deixa a rotina mais prática, evitando que precisemos levantar depois de deitados, para pegar água, ou que deixemos livros e celulares no chão, por exemplo. Caso as coloque dos dois lados da cama, não é regra ter ambos os móveis iguais. O que interessa é que os modelos conversem entre si e comportem bem abajures, livros, celulares e água. Dependendo da sua necessidade, estes móveis podem conter gavetas para não fazer bagunça e guardar documentos e afins.

Mesas de cabeceira dando apoio para as luminárias, livros e quadros. Divulgação: Foto – Renato Navarro

8. Televisão

Assistir a filmes e programas na cama é uma das coisas mais prazerosas e eficientes para se desconectar da correria do dia a dia. Para que esse hábito não resulte em torcicolo nem em fadiga na visão, é importante pensar muito bem a posição da sua TV, adequando-a a altura da cama.

9. Outros móveis

Armários embutidos e espelhados otimizam o espaço e dão a sensação de amplitude. Além disso, podemos optar por um móvel de apoio na frente da cama. Para quartos menores, um cabideiro de pé ou na parede pode ser bastante útil.

10. Detalhes importam

Lençóis cheirosos, de toque suave, velas aromáticas, um arranjo de flores naturais… Tudo isso faz toda a diferença. Cuidar da limpeza, organização, decoração e energia do seu quarto é muito importante para que ele seja seu ponto de paz e o local no qual você recarrega suas energias. Não se esqueça da dica de sempre: cortinas e tapete para acolher o espaço.  Mantas ajudam a trazer mais conforto, além de poder te aquecer no meio da noite. Prateleiras ajudam a guardar objetos, livros e o que for necessário para o seu cantinho pessoal.

Produção é tudo! Divulgação: Studio Ro + ca

Sobre os autores

A dupla de arquitetos que assina este blog tem muita genética envolvida: Beatriz Dutra e André Bacalov, além de mãe e filho, são a oitava e nona gerações de artistas plásticos da família. No início, ela não queria que ele seguisse sua profissão. Mudou de ideia quando viu o talento do jovem e o convidou para trabalhar com ela. Foi aí que André decidiu começar uma carreira independente. Beatriz chefia o escritório que leva seu nome e André optou por criar o próprio, com duas sócias, o TRiART. Agora, aqui no Casa de Viver, eles finalmente trabalham juntos

Sobre o blog

Um blog com muitos macetes e sugestões para deixar seu lar mais bonito, prático e deliciosamente aconchegante. Mas não um lugar que pareça uma vitrine, não! Ninguém vive feliz em um cenário intocável. A gente quer que você tenha uma casa inspirada nas palavras de Carlos Drummond de Andrade: "Arrume a sua casa todos os dias... Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo para viver nela".

Blog Casa de Viver